Pacientes da Casa de Saúde do Rio Maina já estão recebendo atenção da Administração Municipal

Casa de Saúde do Rio Maina - Foto de Jhulian Pereira

Medidas estão sendo tomadas pela Prefeitura de Criciúma para que os internos do Instituto de Saúde e Educação Vida (ISEV), Casa de Saúde do Rio Maina, continuem sendo atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Os 62 pacientes que estavam internados no hospital psiquiátrico, via SUS, já estão passando por triagem e estão sendo realocados para os seus respectivos destinos. Alguns estão recebendo alta, outros sendo encaminhados para os Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), atendimento ambulatorial da rede, e aqueles que ainda não podem voltar para suas casas, serão internados em outras instituições.

Desde que foi comprado pelo ISEV, no ano de 2014, a Secretaria Municipal de Saúde, assinou um contrato de prestação de serviços, para que os pacientes atendidos via Sistema Único de Saúde (SUS), pudessem ficar alocados na instituição. Atualmente os recursos que mantem o funcionamento do hospital psiquiátrico são oriundos do Governo Federal. No dia 9 de junho, a 2ª Vara da Fazenda da Comarca de Criciúma, através do juiz Pedro Aujor Furtado Júnior, proferiu sentença interlocutória, onde reconhece que o Governo Municipal de Criciúma não possui qualquer dívida com o instituto e determina que não sejam feitas novas internações, o prazo vai até o dia 22 de junho.

Segundo a secretária municipal de Saúde, Francielle Lazzarin Gava, a partir do momento da definição que a Casa de Saúde não receberia novos pacientes do SUS, foi iniciada a procura por outras instituições. “Tentamos fazer algumas negociações, mas não houve interesse por parte do ISEV em fazer novo contrato com os valores ofertados pelo SUS. Hoje a Casa de Saúde não é mais um prestador de serviços da prefeitura, por isso a nossa procura para realocar 100% das pessoas com o maior respeito e nas condições que todos merecem”, comenta Francielle.

A instituição do Rio Maina era o único hospital psiquiátrico que atendia pelo SUS na região, possui mais de 100 leitos, sendo que aproximadamente 60% destes, eram pacientes do Sistema Único de Saúde. A partir de agora a Casa de Saúde do Rio Maina realizará apenas atendimentos particulares.

Milena dos Santos

Foto: Jhulian Pereira

Pin It