Secretaria Municipal de Saúde disponibiliza medicamentos via Farmácia Escola

Farmácia Escola - Unesc 02

Uma iniciativa estabelecida através de convênio entre Secretaria Municipal de Saúde e Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc) possibilita que qualquer criciumense tenha acesso a medicamentos na esfera do Sistema Único de Saúde (SUS), através da Farmácia Escola, instalada dentro da universidade. O fornecimento está garantido por meio do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (CEAF), uma estratégia que facilita e assegura a integralidade do tratamento do paciente. A Farmácia Escola atende aproximadamente 3,5 mil pacientes com medicamentos.

Segundo a coordenadora de Assistência Farmacêutica da Prefeitura de Criciúma, Larissa de Oliveira, qualquer morador de Criciúma pode solicitar as medicações por meio da Farmácia Escola.  “Independentemente da classe econômica, se o medicamento estiver dentre os disponibilizados, ele será fornecido. Essa parceria firmada com a Unesc é muito importante, tanto para atividade acadêmica quanto para a população, que tem mais um espaço na cidade que dispensa medicamentos. Apesar de não ser novo, acreditamos que muitas pessoas desconheçam esta possibilidade”, comenta.

Para receber o medicamento, o paciente deve se dirigir à Farmácia Escola, entre 13h30min e 17h, e abrir um processo administrativo, solicitando a medicação, que passará por aprovação. Para fazer a solicitação, é necessário levar cópias do RG, CPF, cartão SUS, comprovante de residência atual e a prescrição médica original, contendo nome genérico do medicamento e o CID da doença com validade de, no máximo, um mês. São disponibilizados todos os medicamentos prescritos que fazem parte da lista de medicamentos, que pode ser visualizada no site da Prefeitura de Criciúma.

Conforme a secretária municipal de Saúde, Francielle Lazzarin Gava, esta é uma das saídas encontradas pela Administração Municipal para cumprir o compromisso de repassar remédio para a cidade, conforme acordado com o Governo do Estado. “Essa iniciativa integra as ações de promoção do uso racional de medicamentos e contribui com a redução do desperdício. Além disso, essa atividade impacta não apenas na ampliação do acesso ao medicamento para a população, promovendo uma ação de proteção ao meio ambiente. Tudo o que está estabelecido para funcionamento do CEAF, está estabelecido pela Secretaria de Estado da Saúde e Ministério da Saúde. Essa é mais uma forma de beneficiar a comunidade a ter uma conduta medicamentosa correta, melhorando a qualidade de vida”, ressalta.

Assistência Farmacêutica

A assistência farmacêutica é o conjunto de atividades relacionadas aos medicamentos, para apoiar ações de saúde para os moradores. O profissional farmacêutico atua em todas as etapas, desde a pesquisa de um novo medicamento até sua chegada aos usuários. Em Criciúma, é possível encontrar colaboradores na Coordenadoria de Assistência Farmacêutica, Coordenadoria Almoxarifado da Saúde, Farmácia Popular do Brasil, Farmácias das Unidades Regionais de Saúde (URS) 24 Horas Boa Vista e Próspera, Farmácia Central no Centro de Especialidades em Saúde (CES), Farmácia Escola, Programa de Atenção Municipal às DST/HIV/AIDS (PAMDHA), Farmácia de atendimento às demandas judiciais e dos Programas da Vigilância Epidemiológica: Hepatites virais/Tuberculose/Hanseníase, Farmácia Centro de Atenção Psicossocial III (CAPS III), Farmácia Centro de Atenção Psicossocial Álcool e outras Drogas (CAPS AD), Centro de Atenção Psicossocial II (CAPS II) e Farmácia Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF).

Milena dos Santos

Pin It