Com virada e chuva de gols, Criciúma vence e acaba com invencibilidade do Avaí no estadual

um-baita-jogo-com-vitoria-do-tigre

Foi um grande jogo, digno de dois candidatos ao título. O Criciúma derrotou o Avaí por 3 a 2 na noite deste domingo, na Ressacada, em jogo da primeira rodada do segundo turno do Campeonato Catarinense. O Tigre vingou o turno, quando havia perdido em casa por 1 a 0 na estreia e, de quebra, derrubou a invencibilidade avaiana.

Com o resultado, o Criciúma está com os mesmos três pontos de Joinville e Brusque, mas atrás nos critérios. O Tigre volta a campo pelo Estadual no domingo, 19, às 10h, no Heriberto Hülse, contra o Brusque. Antes, o tricolor tem decisão na Copa do Brasil, visitando o Fluminense na quarta-feira no Rio de Janeiro. O Avaí volta a campo domingo que vem, fora de casa, diante da Chapecoense.

No primeiro tempo,
deu Avaí

Logo no primeiro minuto o meia Alex Maranhão tentou, para tranquila defesa de Kozlinski. O goleiro Édson errou na saída de bola aos 7, e quase o ataque avaiano levou perigo contra a meta tricolor. Mas o gol não demora a sair. Aos 13, Júnior Dutra cruza e Denílson, de cabeça, manda para a rede. Foi o sexto gol do artilheiro no Estadual.

Em seguida, o zagueiro Raphael Silva tomou cartão amarelo. Foi o terceiro, e ele cumprirá suspensão no domingo que vem contra o Brusque. Tímido e pouco objetivo, o Criciúma chegou aos 31 com Alex Maranhão que lançou na área, para corte de Marquinhos. Em seguida, aos 35, Marlon cruzou e Kozlinski cortou.

Na segunda etapa,
sobrou emoção

“Foi no detalhe que tomamos o gol. Erramos e tomamos. Mas clássico é imprevisível”, disse o zagueiro Diego Giaretta no intervalo. Ele parecia adivinhar que uma segunda etapa repleta de emoções estava por vir. E a entrada de João Henrique no lugar de Andrew foi a senha. Com o meio reforçado, o Tigre conseguiu construir a reação.

Em bola alçada na área, aos 6, Raphael Silva tentou e Dodi, no rebote, bateu para fora. O Criciúma continuou crescendo até que, aos 13, Raphael Silva empatou a partida, 1 a 1. Na reação avaiana, Diogo Mateus salvou o Tigre em cima da linha, após conclusão para o gol aos 16. No minuto seguinte, Alemão mandou de cabeça para grande defesa de Edson. Aos 19, Caio Rangel fez grande jogada e largou para Alex Maranhão que, de primeira, venceu Kozlinski marcando um golaço: Tigre 2 a 1.

O Avaí partiu com tudo aos 23. Édson fez grande defesa em outra conclusão do time da casa mas, no rebote, a bola tocou no braço de Raphael Silva: pênalti. Na cobrança, gol do Avaí com Júnior Dutra aos 26. Mas o Criciúma não desistiu, e teve forças para assinalar o terceiro com João Henrique, aos 30. Nos minutos finais, o Tigre administrou e o Avaí tentou pressionar de qualquer forma, sem sucesso.

Local: Estádio da Ressacada, Florianópolis
Data: Neste domingo, 12
Horário: 18h30min
Público: 3.909 torcedores
Renda: R$ 41,7 mil
Arbitragem: Sandro Meira Ricci, com Neuza Inês Back e Carlos Berkenbrock
Gols: Denilson 13´1T (A), Raphael Silva 13´2 (C), Alex Maranhão 18´2 (C), Júnior Dutra 26´2 (A) e João Henrique 30´2 (C)
AVAÍ
Kozlinski, Gustavo Santos (Iury), Fagner Alemão, Betão e Capa, Renato, Caio César, Marquinhos (Vinícius Pacheco) e Rômulo (Léo), Denilson e Júnior Dutra – Técnico: Claudinei Oliveira
CRICIÚMA
Edson, Diogo Mateus, Raphael Silva, Diego Giaretta e Marlon, Barreto, Douglas Moreira e Alex Maranhão, Caio Rangel, Pitbull (Flávio) e Andrew (João Henrique) – Técnico: Rafael Bahia.

Pin It