18 de Maio – Dia Nacional de Combate à Violência e Exploração Sexual Infanto-Juvenil

“O dia 18 de maio de 1973 marcou o brutal assassinato de Araceli Cabrera Crespo, de 8 anos. Ela desapareceu da escola para nunca mais ser vista com vida. A menina foi espancada, estuprada, drogada e morta numa orgia de drogas e sexo. Seu corpo, principalmente o rosto, foi desfigurado com ácido. Após seis dias seu corpo foi encontrado num terreno baldio, próximo ao centro de Vitória, Espírito Santo. Seu martírio foi tanto que esta data se transformou no “Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”.

Por isso o slogan: “Esquecer é permitir. Lembrar é combater”.

Para lembrar a data, o município de Presidente Getúlio, através do Fórum Regional pelo Fim da Violência Sexual Infanto-Juvenil juntamente com o Fórum Municipal, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Conselho Tutelar e Secretaria Municipal de Assistência Social desenvolverão algumas atividades para combater a violência e exploração sexual de crianças e adolescentes.

No período da manhã haverá capacitação para todos(as) Agentes Comunitários de Saúde, na Câmara de Vereadores.

Várias Lojas e Comércios do Centro foram convidados a participar usando blusas brancas, fitinhas pretas, decorando suas vitrines e colando os cartazes disponibilizados pelo Fórum Regional.

As autoridades municipais, entidades, agentes comunitárias de saúde e a população em geral também foram convidados a participar da passeata no centro da cidade, com saída às 14h do Fórum até a Prefeitura.

“O número de crianças e adolescentes vítimas de abuso sexual é crescente e assustador. Além disso, como em muitas situações o crime é praticado por membros da família da vítima, geralmente o caso é abafado e não é denunciado às autoridades competentes”. Fonte: www.paulinas.org.br

Mas você, cidadão, pode fazer a diferença na vida de uma criança ou adolescente. Se desconfiar de alguma possível situação, denuncie ao Conselho Tutelar (3352-1901/9151-0904) ou ao disque 100. A denúncia é sigilosa e o possível abusador não saberá quem o denunciou.

Passeata: 

Pin It

Comentários estão fechados.