Agricultura destaca crescimento da fruticultura em Santa Catarina

A fruticultura é uma importante atividade econômica em Santa Catarina e vem ocupando cada vez mais espaço no cenário rural. De acordo com a Síntese Anual da Agricultura de Santa Catarina, produzido pelo Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola da Epagri (Cepa/Epagri/), na safra 2012/13, o setor gerou valor bruto da produção de R$ 750 milhões, envolvendo cerca de 13 mil produtores que cultivam cerca de 58 mil hectares, com registro de dados para 20 espécies de frutas.

fruits-and-veggies-1920x1200-wallpaper-frutas-vegetales-collage1

O secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, João Rodrigues, afirma que a fruticultura é uma alternativa à agricultura tradicional, gerando ocupações de alta densidade econômica e agregação de valor. “A produtividade de frutas é crescente quando comparamos com as estatísticas anteriores, mas é visível que ainda há espaço para incremento, através da incorporação de tecnologias e práticas de manejo”, destaca. Rodrigues ressalta ainda que o mercado é promissor mesmo para os pequenos produtores, que têm encontrado espaço para comercialização de seus produtos.

Além de maçã, banana e uva, que concentram respectivamente 45%, 37% e 6% do valor bruto da produção, outras frutas têm crescido em importância social e econômica. As que merecem destaque são: o maracujá já representa 2,9%; a ameixa, 2,3%; e o pêssego, 2,3%.

Produto

Número de Produtores

Produção (t)

Valor Bruto de Produção (R$)

Maracujá 493 15.849,3 21.426.245,00
Ameixa 490 13.197,3 17.043.008,00
Pêssego 778 19.879,8 17.158.006,00
Maçã (fugi/gala/outras) 2.427 486.954,1 337.041.490
Banana (prata/caturra) 3.664 718.647 276.172.357,00
Uva (mesa/ vinífera) 2.892 51.246,5 43.076.323,00

Os dados se referem somente aos pomares comerciais, independentemente do tamanho da área cultivada. Pomares comerciais são os empreendimentos cuja produção total ou parte dela se destina ao mercado, seja para consumo in natura ou para a industrialização. Não foram consideradas as áreas destinadas exclusivamente para o autoconsumo.

Pin It