Asilo de Criciúma é investigado por prática de delitos

A delegacia de Proteção ao Idoso de Criciúma investiga atos de delito praticados em um asilo no bairro Jardim Angélica. Na tarde desta quinta-feira (26), foi cumprido mandado de busca e apreensão e colhido depoimento da proprietária da casa de repouso. Se indiciada, ela responderá pelos crimes de maus tratos, retenção de cartão magnético e apropriação indébita.

Durante a ação, policiais civis, juntamente com o delegado Fernando Possamai, flagraram várias irregularidades, como a falta de cuidados com a forma de utilização dos cartões de aposentadoria dos idosos; mau acondicionamento dos alimentos e maus tratos.

“A denúncia foi feita pela Vigilância Sanitária ao Ministério Público e a Polícia Civil, depois de uma fiscalização em dezembro do ano passado. Hoje, durante o cumprimento do mandado, conseguimos constatar algumas irregularidades. Devo ouvir na segunda-feira duas testemunhas”, conta o delegado.

A intenção da Polícia Civil é estender a ação em outras casas de repouso. “Os asilos têm que ter o cuidado e tomar a ciência de que para usar dinheiro de aposentadoria devem possuir procuração autorizando, sendo que também devem sacar somente o valor contratual. As doações feitas por terceiros terão que ter seu destino correto. Isso foi algumas das irregularidades contatadas hoje (quinta-feira)”, alerta Possamai.

Com informações do Portal DN Sul

Pin It