Assaltantes de lotérica de Tubarão são presos poucas horas após o crime

Assaltantes-de-lotérica-de-Tubarão-são-presos

Poucas horas depois de assaltarem uma lotérica no bairro Humaitá de Cima, em Tubarão, dois homens, de 20 e 29 anos, e um adolescente de 17 anos foram presos. O trio é acusado do crime, ocorrido por volta das 10h45min de ontem. Com eles, foram encontrados parte do dinheiro levado da lotérica, uma das armas, capacetes e as roupas utilizadas.

De acordo com o delegado da Divisão de Combate a Furtos e Roubos – DCFR de Tubarão, André Crisóstomo, dois dos suspeitos vinham sendo monitorados, pois a investigação apontava que ambos tinham participação nos últimos assaltos a lotéricas registrados no bairro Oficinas e na cidade de Jaguaruna. “Assim que fomos informados do crime, seguimos em campana para a casa de um deles”, descreve o delegado.

Então, cerca de duas horas após o assalto, o trio foi abordado quando o líder, o homem de 29 anos, chegava com seus comparsas à casa de um deles. “O jovem de 20 anos e o adolescente foram os executores do assalto. Já o chefe era quem coordenava a ação e os transportava após”, descreve André.

Com o trio, que tem passagens por roubo, tráfico e outros crimes, a polícia apreendeu na casa de um deles, no bairro São Cristóvão, R$ 3.430 dos R$ 6 mil levados da lotérica e os demais objetos usados no assalto. “Dois deles, o chefe e o adolescente, confessaram o crime. As roupas apreendidas são as mesmas usadas nos três últimos assaltos a lotérica ocorridos”, completa André.

O crime

No assalto ocorrido ontem em Tubarão, dois bandidos entraram no estabelecimento armados e usando roupas de manga comprida pretas e capacetes pretos e anunciaram o crime. Eles arrombaram a porta interna para chegar ao cofre, mas não havia nada. Foram até os caixas e levaram dinheiro. Os acusados fugiram do local em uma motocicleta Honda Bros. Segundo o delegado, a quadrilha dias antes furtara uma motocicleta que seria utilizada no assalto e depois abandonada.

Trio tem ligação com dupla

Ainda segundo o delegado da DCFR, o trio preso na tarde de ontem vinha sendo investigado. “Por isso, assim que fomos informados do assalto, seguimos para a casa de um deles e conseguimos efetuar a prisão. O modo de agir deles era semelhante em todos os casos e não foi diferente nesse de hoje [quinta-feira]”, informa o delegado.

André antecipa que o trio pode ter ligação com a dupla presa no fim de fevereiro acusada também de assaltar o mercado Nunes, em Tubarão, e a lotérica Ponto da Sorte, também na Cidade Azul, além de uma lotérica em Capivari de Baixo. “Com essas prisões, de duas quadrilhas que cometiam crimes de grande vulto, Tubarão pode ficar um pouco mais tranquila. Paralelamente, seguimos em investigação aos crimes contra os postos de combustíveis e já contamos com suspeitos”, antecipa.

Com informações do Jornal Diário do Sul

Pin It