Crianças são premiadas em concurso cultural de combate à dengue em Treviso

Concurso desenhos dengue (2)

As crianças de Treviso estão aprendendo desde cedo que o combate ao mosquito da dengue é a melhor forma de evitar que a doença chegue às suas casas. Durante a Semana da Saúde – realizada no município de 3 a 7 de abril – os alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Maria Brogni foram convidados a participar de um concurso cultural. Cada estudante fez um desenho ilustrando as melhores maneiras de combater o mosquito, de acordo com o que foi ensinado em sala de aula. Nesta quinta-feira (13) os desenhos mais criativos em cada uma das turmas do 1º ao 5º anos foram premiados.

A ação foi realizada pela Administração Municipal, numa parceria entre Secretaria de Educação, Secretaria de Saúde e Vigilância em Saúde. “O concurso foi extremamente importante, muito válido, pois motivou as crianças, com o tema ‘formas de combater a dengue’, a expressar através do desenho os cuidados que se deve ter em relação à prevenção e o combate ao Aedes Aegypti. Nós acreditamos que é através das crianças que nós conseguimos conscientizar os adultos”, declara a responsável pela Vigilância Epidemiológica no município, Vania Rampinelli.

A eleição dos desenhos mais criativos foi feita pela própria população. Eles ficaram expostos na Unidade de Saúde do município e qualquer pessoa poderia votar em seus preferidos. “Quando nós envolvemos as crianças em uma ação como essa, acabamos envolvendo também todos aqueles que estão a sua volta, como os pais, os tios, os avós, os vizinhos. É uma atividade que se estende por toda a comunidade e cria consciência coletiva. E é possível perceber que a ação deu certo quando nós chegamos na escola e eles nos recebem tão bem, alegres, empolgados com a atividade. Com certeza faremos mais projetos como esse”, afirma o prefeito Jaimir Comin, que participou da entrega das premiações e aproveitou a oportunidade para passar em todas as salas de aula e deixar aos alunos uma mensagem de Páscoa, reforçando o convívio em família e o amor entre as pessoas.

A integração entre as duas secretarias (Saúde e Educação) foi avaliada de forma positiva. “Possibilitar esse tipo de aprendizado para as crianças é de grande benefício no processo de formação do aluno. Elas desenvolvem diversas capacidades, dão um retorno sobre aquilo que aprenderam e ainda se tornam cidadãs mais conscientes”, comenta a secretária municipal de Educação, Juliana Salvador. “As crianças aprendem muito rápido e replicam em casa aquilo que aprenderam. Nós sabemos que agora nós temos importantes aliados no combate ao mosquito da dengue. Eles vão ficar atentos para cada situação que possa se tornar um criadouro do mosquito e irão eliminar essas possíveis ameaças. Essa é uma ação direta de prevenção da saúde”, declara a secretária municipal de Saúde, Joelma Gianizela.

Bruna Borges
Foto: Alexandra Piati

Pin It