Escolas de Criciúma aderem ao programa Novo Mais Educação

Nova Mais Educação - Divulgação 01

Mais de 2.580 estudantes de 19 escolas da Secretaria Municipal de Educação de Criciúma estão participando do programa Novo Mais Educação, criado pela lei nº 1.144, através de uma parceria entre o Ministério da Educação (MEC) e secretarias estaduais, distritais e municipais de Educação de todo o Brasil. Em Criciúma, o projeto reúne alunos das Escolas Municipais Acácio Alfredo Vilain, Adolfo Back, Antônio Minotto, Augusto Pavei, Carlos Gorini, Profª Clotildes Maria Martins Lalau, Eliza Sampaio Rovaris, Érico Nonnenmacher, Filho do Mineiro, Fortunato Brasil Naspolini, Hercílio Amante, Linus João Rech, Marcilio Dias San Thiago, Maria Angélica Paulo, Padre Paulo Petruzzellis, Serafina Milioli pescador, Tancredo de Almeida Neves, Ubaldina Rocha Ghedin e Vilson Lalau, sendo que cinco unidades escolares funcionam em tempo integral.

O programa do Governo Federal iniciou no mês de abril e se estende até dezembro. “O programa é importante para o desenvolvimento da capacidade criativa, formação da personalidade, das habilidades e potencialidades dos alunos. Ele proporciona a ampliação do repertório disciplinar com expressão e comunicação, incentivando-os a experimentarem diferentes materiais e metodologias no exercício do fazer, contribuindo para o ensino de qualidade”, comenta a secretária municipal de Educação, Roseli de Lucca.

O Novo Mais Educação visa ampliar a jornada escolar de crianças e adolescentes, mediante a complementação da carga horária de cinco ou 15 horas semanais no turno e contra turno. Os alunos são beneficiados com aulas extraclasse de Língua Portuguesa e Matemática, e atividades ligadas aos campos das artes, cultura, esporte e lazer, com aulas de canto e coral, dança, capoeira, artesanato, entre outras. O programa tem duração de oito meses, conforme prevê a lei.

Milena dos Santos

Pin It