I Conferência Regional de Saúde das Mulheres é realizada em Criciúma

I Conferência Regional de Saúde das Mulheres é realizada em Criciúma - Foto de Émerson Justo (2)

Os desafios para a integralidade com equidade da saúde das mulheres foram debatidos nesta terça-feira (25), em Criciúma. A cidade sediou a I Conferência Regional de Saúde das Mulheres da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec), realizada no auditório Ruy Hülse, na Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc). Mais de 200 mulheres discutiram diretrizes para a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Mulheres (PNAISM). O encontro reuniu profissionais da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Criciúma, representantes de cidades da Amrec, além de entidades sociais.

O debate fortaleceu discussões em quatro eixos temáticos: o papel do Estado no desenvolvimento socioeconômico e ambiental e seus reflexos na vida e na saúde das mulheres, o mundo do trabalho e suas consequências na vida e na saúde das mulheres, vulnerabilidade e equidade na vida e na saúde das mulheres e políticas públicos para as mulheres e a participação social.

“Realizamos uma série de atividades que envolveram tanto os usuários quanto as entidades. No período da manhã, apresentamos os dados regionais atuais e, depois, quatro profissionais ministraram palestras ao público presente. As pessoas também participaram de atividades em grupo, onde propuseram ações e apresentaram aos demais. Por fim, uma eleição definiu as mulheres que representarão os municípios na conferência estadual”, explica a secretária executiva do Conselho Municipal de Saúde de Criciúma, Kellen Bortolatto. Criciúma elegeu 12 pessoas.

As propostas definidas serão levadas à 1ª Conferência Estadual de Saúde das Mulheres de Santa Catarina, sem data e local previsto para ocorrer. “A Conferência Regional serviu para a discussão da saúde integral das mulheres. Foi um dia para ouvir a sociedade e buscar qualificar as políticas públicas existentes. Em agosto, ocorre a 2ª Conferência Nacional de Saúde das Mulheres, 31 anos depois da primeira, em 1986”, ressalta a coordenadora-geral da I Conferência Regional de Saúde das Mulheres, Priscila Schadt Cardoso.

Émerson Justo 

Pin It