No Dia Mundial da Saúde, Treviso leva ações para a praça

Em todo o mundo, nesta sexta-feira (7), comemora-se o Dia Mundial da Saúde. Mais do que buscar a cura para possíveis doenças, essa data foca na prevenção, considerada pelos especialistas a melhor maneira de manter bons índices de qualidade de vida. Em Treviso, durante toda o dia, profissionais da Rede Municipal de Saúde estão reunidos  na paraça Benjamin Scussel para ofertar gratuitamente exames como a verificação de PA e o teste de glicemia, além de divulgar informações sobre reeducação alimentar e atividade física.

“Trazer as atividades para a praça é uma forma de aproximar aquelas pessoas que não costumam ir até a unidade de saúde. Geralmente, a população espera ter algum sintoma para procurar ajuda médica, mas deveria ser diferente. O que nós orientamos nessas ações é que as pessoas façam os exames, pelo menos os básicos, uma vez por ano. Com essa iniciativa a chance de uma doença mais grave ser combatida é muito maior, pois ela acaba sendo descoberta no início, quando as chances de cura são muito maiores”, explica a secretária municipal de Saúde, Joelma Gianizela. “Este ano também tratamos especialmente a questão da depressão, uma doença que tem atingido pessoas de todas as idades e que precisa ser discutida e combatida”, complementa a secretária.

Semana da Saúde

 

A ação desta sexta-feira encerra uma semana inteira de atividades em Treviso. Nos primeiros dias a atenção da equipe de saúde esteve voltada para as ações de combate ao mosquito transmissor da dengue, o Aedes Aegypti. Os profissionais estiveram nas três escolas municipais de Treviso para conscientizar as crianças sobre a importância da prevenção. “Se começarmos cedo, levando informação de qualidade para as nossas crianças, estaremos cumprindo um importante papel que é o de construir uma comunidade consciente e saudável. As crianças aprendem rápido e acabam cuidando não apenas delas mesmas, mas também dos pais, dos avós, dos tios e de todos os adultos que estão por perto. Elas sabem agora que não pode deixar o vaso de planta com água parada, porque isso pode atrair o mosquito, e ficarão de olho em suas casas para que isso não aconteça, com certeza. É uma pequena ação que faz toda a diferença no presente e no futuro”, afirma o prefeito Jaimir Comin.

Bruna Borges

Foto: Alexandra Piati

Pin It