Ordem de serviço para restauração do Paço Municipal será assinada nesta segunda-feira

Paço Municipal - Foto de Jhulian Pereira  (2)

Um abraço simbólico no prédio da Prefeitura de Criciúma, no Paço Municipal Marcos Rovaris, marcará a continuidade da reconstrução e restauração da estrutura atingida por incêndios em maio e junho de 2015. A ordem de serviço para a retomada das obras foi assinada nesta segunda-feira (16), às 7h, no Paço Municipal.

De acordo com a secretaria municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, Kátia Smielevski, os trabalhos serão executados pela empresa Engenharia Castanhel Ltda.

Orçadas em R$ 3 milhões, as obras devem iniciar de forma imediata. “É um patrimônio histórico importante para Criciúma. Estamos trabalhando para entregar a obra pronta em 2017”, afirma Kátia.

O prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, espera que a comunidade prestigie o evento. “Todos devemos abraçar essa obra. A reconstrução do Paço Municipal será um momento importante. Nós vamos centralizar os trabalhos da prefeitura e melhorar o atendimento aos criciumenses”, destaca.

Entenda o caso

Parte do prédio da Prefeitura de Criciúma foi atingido por um incêndio na madrugada do dia 27 de maio de 2015. Para normalizar o serviço e voltar a atender os moradores, uma força tarefa foi organizada. No entanto, duas semanas após o incidente, no dia 7 de junho, um novo incêndio de grandes proporções atingiu o Paço Municipal Marcos Rovaris. O fogo iniciou no piso superior do prédio e comprometeu toda a estrutura.

No dia 5 de janeiro de 2017, o prefeito de Criciúma decretou situação de emergência no Paço Municipal. A medida visa agilizar as obras de reconstrução e restauração no local que está vulnerável aos ricos de proliferação de animais e mosquitos transmissores de doenças.

Já foram investidos R$ 1,1 milhão em projetos para a recuperação do Paço Municipal. Conforme Kátia, serão investidos aproximadamente R$ 10 milhões para concluir a obra. “Estamos adotando medidas para economizar. Os materiais mais caros serão adquiridos pelo município e por isso, vamos contar com doações de empresas privadas”, finaliza.

Luana Mello
Foto: Jhulian Pereira

Pin It