Vigilância Sanitária alerta para o risco de intoxicação alimentar

Nas férias de verão, é comum comer fora de casa com mais frequência e, com o calor, o risco de ter uma intoxicação alimentar aumenta.

A intoxicação alimentar é causada pela ingestão de um alimento contaminado. Essa contaminação pode ocorrer durante a manipulação, preparo, conservação e/ou armazenamento dos alimentos.

Para se prevenir, a diretora da Vigilância Sanitária do Estado, Raquel Bittencourt, recomenda alguns cuidados. O restaurante ou lanchonete deverá apresentar o Alvará Sanitário, válido apenas por um ano, em algum lugar visível do estabelecimento, como porta ou paredes próximas à entrada. Os profissionais que servem a comida devem estar com toucas protegendo os cabelos e roupas limpas.

Deve-se prestar atenção também à higiene e temperatura do local onde é servida a refeição: comidas frias, como maionese, devem estar em lugares frescos e por um curto período de tempo.

Na praia, o cuidado é o mesmo. Os comerciantes de barracas ou ambulantes devem ser licenciados e seguir os padrões sanitários. Se for levar algum lanche, prefira alimentos leves e com ingredientes que não estragam com facilidade.

Caso haja alguma irregularidade, a denúncia pode ser feita pelo site http://www.vigilanciasanitaria.sc.gov.br/ ou telefone (48) 3251 7995.

Pin It