26 mortes são registradas no feriadão de Natal em rodovias catarinenses

O feriadão de Natal termina com um alerta para quem ainda vai encarar as estradas neste fim de ano: 26 pessoas perderam a vida no trânsito em Santa Catarina entre a sexta-feira e o início da noite desta quarta-feira.

Destas, 14 foram em rodovias federais, seis em estaduais e seis em vias municipais — ruas e avenidas. O número de mortos nas estradas é o maior dos últimos seis anos – no ano passado 20 perderam a vida em BRs e SCs.

A maioria dos acidentes com mortes deste feriado aconteceu no último domingo, quando sete pessoas morreram. Além disso, a maior parte das vítimas estava em motocicletas. Foram oito motociclistas mortos. Outras seis mortes ocorreram em batidas envolvendo caminhões, seis em acidentes apenas com carros, e foram registrados dois atropelamentos.

O último acidente registrado foi nesta quarta-feira em Araquari, Norte do Estado, na BR-101, km 66, onde duas pessoas morreram e outras três ficaram feridas em um capotamento de carro. Testemunhas disseram que o veículo capotou depois de um pneu traseiro estourar.

Para reduzir o número de acidentes e mortes, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) está fazendo a Operação Rodovida, que vai até o dia 31 de janeiro de 2014. As infrações mais combatidas são excesso de velocidade, embriaguez ao volante, ultrapassagens irregulares e ausência do cinto de segurança.

Também haverá fiscalização mais intensa com motocicletas e motonetas devido ao alto número de acidentes envolvendo esses veículos. Depois de encerrada em janeiro, a Operação Rodovida retoma no final de fevereiro, durante o Carnaval.

A PRF do Estado recebeu para a operação 36 novas viaturas, 10 novos radares fotográficos e todas as unidades estão equipadas com bafômetros.

A Polícia Militar Rodoviária (PMRv) também está com operação de festas de final de ano desde sexta-feira e segue até 5 de janeiro. A fiscalização também pretende inibir excesso de velocidade e motoristas embriagados ao volante. Para fiscalizar, a PMRv está com 28 bafômetros e 26 radares móveis.

Pin It